Uma Família Inglesa (2020)

Uma Família Inglesa Júlio Dinis Uma Fam lia Inglesa Em plena segunda metade do s c XIX J lio Dinis apresenta nos uma fam lia que habita a ribeirinha cidade do Porto os Whitestone Mr Richard o chefe de fam lia um homem que simboliza fielmente a auste
  • Title: Uma Família Inglesa
  • Author: Júlio Dinis
  • ISBN: 9789720049650
  • Page: 142
  • Format: Paperback
Uma Família Inglesa Júlio Dinis Em plena segunda metade do s c XIX, J lio Dinis apresenta nos uma fam lia que habita a ribeirinha cidade do Porto, os Whitestone Mr Richard o chefe de fam lia, um homem que simboliza fielmente a austeridade brit nica Homem de h bitos e j vi vo, dono de uma casa comercial na Rua dos Ingleses, centro nevr lgico do com rcio na cidade Carlos o filho mais velho UmEm plena segunda metade do s c XIX, J lio Dinis apresenta nos uma fam lia que habita a ribeirinha cidade do Porto, os Whitestone Mr Richard o chefe de fam lia, um homem que simboliza fielmente a austeridade brit nica Homem de h bitos e j vi vo, dono de uma casa comercial na Rua dos Ingleses, centro nevr lgico do com rcio na cidade Carlos o filho mais velho Um jovem bo mio, frequentador ass duo de caf s e de teatros, est completamente desligado dos neg cios da fam lia Jenny a filha mais nova Desde a morte da m e que ocupa o seu lugar no que toca a tudo que est relacionado com o universo dom stico ainda uma grande confidente do irm o e uma mediadora entre este e o pai de ambos Todo o enredo se precipita quando, num baile de Carnaval, Carlos conhece uma misteriosa mascarada que, mais tarde, se vem a revelar ser Cec lia, a filha de Manuel Quintino, guarda livros na casa comercial dos Whitestone.Cl ssicos Porto Editora
Uma Família Inglesa Júlio Dinis

  • [☆ Uma Família Inglesa || ✓ PDF Read by Ú Júlio Dinis]
    142 Júlio Dinis
  • thumbnail Title: [☆ Uma Família Inglesa || ✓ PDF Read by Ú Júlio Dinis]
    Posted by:Júlio Dinis
    Published :2020-02-15T13:34:49+00:00

One thought on “Uma Família Inglesa

  1. Luís C.

    This was the first novel of the author, but fear of the host which would give it, appears long after it was written, in serials in Jornal do Porto in 1867.It is a citadine novel, objective, of psychological and individual analysis, to the style of realistic English novel It abounds the interiors painting, but the action is slow, rushing in the last chapters.The outcome is pink coloured, as usual conclusion on who lived lightly, lightly has written, died of lightweight, according to E a de Queir [...]

  2. Ana Dias

    Pode parecer contradit rio, mas este livro tanto cumpriu como superou as minhas expectativas, surpreendendo me.Devo confessar que a minha curiosidade por esta obra era grande, pois nunca lera nada de J lio Dinis E o que estava a perder A escrita t o cuidada, t o refinada, sem ser ma adora mas sim cativante, que me fez querer ler tudo deste autor e saber mais sobre ele Na minha modesta opini o, penso que se esta hist ria tivesse sido escrita por algu m com menos talento, n o me teria despertado m [...]

  3. Mady

    This is the story of an English family that, like so many others, emigrated to Porto to invest on the Port wine production and its export mostly to England.Jenny is the daughter, described as almost like an angel, that since her mother s death has been truly dedicated to her father and brother The father seems a bit distant figure, though always thinking about his children Carlos is the brother who was already born in Portugal and despite his actions is described as a good boy with a kind heart [...]

  4. Alexandra

    Este foi o primeiro livro que comprei, quando tinha 10 anos, na feira do livro da escola onde frequentava o 5to ano e todos os anos, nas ferias grandes do ver o, era obrigat rio l lo uma vez Tem, como vis vel, um significado muito especial para mim.Para alem disto, a trama interessante e envolvente, o autor uma referencia na literatura cl ssica portuguesa e o livro recomend vel Eu adorei

  5. Claudia

    Adorei este livro J lio Dinis tem uma forma de escrever encantadora Aconselho sobretudo a quem goste de romances cl ssicos identifiquei me imenso com a Cec lia, uma personagem feminina Uma hist ria comum mas contada por este escritor ficou magnifica.

  6. Esteva

    Desisti literatura para p r a sonhar as meninas burguesas do s culo XIX e para fazer com que repliquem os modelos convencionais e castradores que a moralidade vigente determina.Em termos estil sticos demasiado prolixo, sem se preocupar com a economia narrativa Por exemplo, o narrador passa p ginas e p ginas a afirmar que a Jenny bondosa e a dar exemplos sem conta dessa bondade, todos muito semelhantes entre si e que nada de novo trazem ao anterior.Em termos tem ticos, retrata o mundo burgu s da [...]

  7. Virgilio Machado

    Romance da autoria de J lio Dinis, inicialmente aparecido em folhetins com o t tulo Uma Fam lia de Ingleses e subintitulado Cenas da Vida do Porto, foi publicado em 1868 Enquanto Camilo retratava o velho mundo da aristocracia fatalista e em decad ncia, J lio Dinis aborda um mundo novo em cujo desenvolvimento acredita No per odo durante o qual escreveu, entre 1858 e 1870, vivia se uma fase de acalmia que propiciava o fomento das obras p blicas Todos os valores da burguesia crente no xito da boa v [...]

  8. Jerónimo Carola

    Este romance de J lio Dinis, constitui uma hist ria de amor extraordin rio de dois jovens que se conhecem num baile de m scaras Sem conhecerem as identidades um do outro, acabam por ficar juntos j que t m um ponto em comum a irm do jovem a melhor amiga da rapariga.Este romance retrata tamb m a vida da alta sociedade inglesa residente em Portugal.

  9. Duarte Laranjo

    ofolhetimspoA narrativa de J lio Diniz Frequentemente quando estamos a ler, temos a sensa o de desligar tudo o que est nossa volta e entrar no mundo descrito no nosso livro Nesta obra de J lio Diniz, apesar da a o decorrer com alguma lentid o, o autor consegue raptar nos do nosso mundo e tornar cativantes as longas descri es, caracter sticas do realismo liter rio, que partida nos parecem aborrecidas Relembro, por exemplo, a descri o de Cec lia, qual o autor dedicou cerca de duas p ginas e no ent [...]

  10. Filipe Arede

    Uma Fam lia Inglesa uma obra do escritor portugu s J lio Dinis, que versa sobre a vida de uma fam lia inglesa que habita a cidade do Porto na segunda metade do s culo XIX.O romance do s culo XIX portugu s encerra sempre uma certa dose de cr tica social reflectida numa pan plia de v rias personagem tipo representativas de grupos que representam determinadas caracter sticas concretas e distintivas.Esta obra de J lio Dinis um romance na mais conhecida acep o da palavra que conta a est ria do jovem [...]

  11. Inês Montenegro

    Publicado em 1868, com este livro que J lio Diniz retrata o dia a dia portuense, na sociedade e no com rcio, de uma fam lia inglesa, burguesa de classe na primeira parte que tal se mostra mais evidente, com a apresenta o quase caricatural das personagens onde se v um excesso dos estere tipos da poca, como o caso de Jenny, t o doce, t o angelical, t o santificada, e, no fundo, t o consciente do poder que tal a faz ter sobre a fam lia e felizmente para a dita apenas usa a ser favor , e o acompanha [...]

  12. Marinho Lopes

    Joaquim Guilherme Gomes Coelho J lio Dinis morreu com apenas 31 anos, tendo sido v tima de tuberculose durante os seus ltimos anos Suponho que esta circunst ncia explique em parte o optimismo e a vivacidade das suas obras pelo menos nas que li, As Pupilas do Senhor Reitor , Os Fidalgos da Casa Mourisca , e esta como se ele quisesse criar um mundo perfeito para as suas personagens, como forma de ref gio ou de realidade alternativa para si mesmo enquanto escrevia Ou talvez esteja enganado Esta obr [...]

  13. Pedro da Silva Mesquita

    Um excelente livro de um dos mais belos e grandiosos escritores portugueses Apesar de ser o primeiro livro de J lio Dinis e que por isso t o diferente os restantes, n o deixa de ser uma obra prima um romance citadino, objectivo e com an lise psicol gica e individual um romance realista, cheio de descri es de interiores e em que a ac o lenta e se precipita nos ltimos cap tulos, para muita pena minha que gostaria que fosse mais desenvolvida a parte final.Ainda assim um belo livro para se ler e que [...]

  14. Catarina

    uma obra de um conhecido Autor nacional, cuja narrativa e hist ria est muito bem contada Todavia, achei que havia partes um pouco descritas demais, que n o contribu am para o avan o da hist ria A personagem de Jenny e de seu pai s o muito interessantes Gostei do facto de o narrador se dirigir, por v rias vezes, ao leitor Aconselho.

  15. Vitoria

    Talvez este livro n o seja melhor do que os outros, do autor Mas apesar de todos me terem deixado boas recorda es de leitura, recordo este muito especialmente Li o nas f rias de Natal de 1987 88, numa fase complicada e foi fundamental para me elevar o estado de espirito por isso, muito especial para mim

  16. Federico Leonyleon

    Great Novel in the style of Jane Austen s marriage plot books, describing the customs and s of mid nineteenth century Porto, with the only downside of maybe having in Jenny one of the first Manic Pixie Dream Girl Character with no goals for herself en.mpedia wiki Manic

  17. Rosa.cruz7

    I read and re read this book.Not Dinis s finest work, true, and it is an easy read If I m not mistaken, it was one of his first novels Great if you like romantic stories, and if you are a fan of Austen, you will like it.

  18. Mosath Mosath

    Brilhante Este livro de uma qualidade acima de qualquer coment rio r pido.S quero dizer que devia realizar se uma adapta o cinematogr fica ou a produ o de uma s rie televisiva, que homenageassem este objecto liter rio e o seu grande autor

  19. Danielroffle

    Admito que, mesmo tendo crescido na prov ncia e sendo por isso um c ptico sobre as virtudes do campo, deixo me facilmente seduzir pelos cen rios id licos do J lio Din s Mesmo assim, o meu romance favorito do tipo este, o nico que se passa no Porto.

  20. Marta Gomes

    Um livro que nos transporta para uma poca fascinante e que nos faz pensar sobre um amor pro bido.

  21. Pequete

    LI o em casa dos meus av s de Coimbra, h muitos anos atr s devia ter uns 14 anos Lembro me de ter gostado, ambora tivesse achado um bocado lamechas.

  22. Alda

    As descri es do Porto s o muito engra adas e est muito bem escrito, mas de uma forma um pouco herm tica Uma leitura pesada.

  23. Moura

    Gostei bastante mas o fim revelou se obvio desde muito cedo Apesar disto, e uma boa obra de Julio Dinis.

  24. Moureco

    Naturalismo no seu melhor, J lio Dinis no seu melhor tamb m Muito bom, excelente retrato do Porto de meados de novecentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *